24.7.18

Curso internacional de arquitetura tradicional em Marvão

Cerca de 30 jovens, de mais de 10 nacionalidades diferentes, participam na “Marvão Traditional Architecture Summer School 2018”. Este curso internacional, sobre a arquitetura tradicional da região, decorre, até ao próximo dia 29 de julho, na antiga Estação de Caminhos-de-ferro de Beirã-Marvão.
O curso de verão é uma das atividades que o Prémio Rafael Manzano de Nova Arquitetura Tradicional e a rede INTBAU (International Network for Traditional Building, Architecture and Urbanism) organizam na Península Ibérica, graças ao apoio da Richard H. Driehaus Charitable Lead Trust, com sede em Chicago, da Fundação Serra Henriques e da Kalam.
Depois das edições anteriores em Sevilha, Madrid e Navarra, o curso realiza-se este ano, pela primeira vez, em Portugal, com o apoio de várias entidades nacionais e locais, como o Município de Marvão, a Infraestruturas de Portugal, a Junta de Freguesia de Beirã e a Associação A Anta.
Ao longo de 15 dias, os estudantes realizam várias visitas pela região (Marvão, Castelo de Vide, Évora e Estremoz), para conhecerem a arquitetura tradicional, elaborando um manual com as suas principais caraterísticas, e desenharem propostas em diferentes espaços urbanos da Beirã, segundo essas referências. Todos os dias, ao final da tarde, são apresentados estudos de caso.
Os professores do curso, de várias Universidades portuguesas e estrangeiras (Alfonso X de Madrid; Judson, Miami e Notre Dame, dos Estados Unidos; Santo Tomás, das Filipinas; e Évora, ISCTE, Algarve e Escola Superior Gallaecia, de Portugal), acompanham todas as atividades e aulas.
No sábado, dia 28, a partir das 18h00, realiza-se uma apresentação pública dos resultados do curso, para a qual se convida a comunidade local e todas as pessoas interessadas em assistir.