9.5.18

Autoeuropa: trabalhadores apoiam Comissão de Trabalhadores

A maioria dos trabalhadores da Autoeuropa votou «não» no referendo realizado esta quarta-feira, cuja perguntava era «É a favor da destituição da Comissão de Trabalhadores?».
Os trabalhadores da Autoeuropa rejeitaram hoje a tentativa de destituição da actual Comissão de Trabalhadores (CT), com um total de 3174 a irem às urnas, num universo de 5953,  tendo 57% votado contra e 38% a favor da destituição.
O referendo surgiu na sequência da entrega de um abaixo-assinado de 190 trabalhadores, que afirmam não se rever nos actuais representantes. O antigo coordenador, Fernando Sequeira, sucessor de António Chora, é um dos promotores desta tentativa de destituição.
De acordo com fontes do AbrilAbril dentro da Autoeuropa, o abaixo-assinado em causa teve dificuldades em ganhar um apoio maioritário nos três plenários realizados a 7 de Maio, com a maioria dos trabalhadores a confirmar o apoio à actual CT.
Por seu lado, num comunicado aos trabalhadores, a actual CT afirmou que os trabalhadores têm o direito a escolher o melhor que entenderem. Porém, lembrou que a «destituição não serve os interesses dos trabalhadores» e que «um adiamento do processo negocial poderá permitir à empresa a aplicação unilateral das compensações, como já ficou provado num passado recente. A destituição desta CT só terá um único vencedor, a administração».
De acordo com os estatutos, para destituir a actual direcção era necessária uma maioria simples (50% mais um voto), com uma participação mínima de dois terços dos trabalhadores da Autoeuropa, actualmente de 5953.
AbrilAbril - 9/5/2018 - com agência Lusa
Foto: Mário Cruz - Agência Lusa