3.3.17

Assembleia Municipal de Castelo de Vide preocupada com Poluição no rio Tejo

A Assembleia Municipal de Castelo de Vide na sua reunião ordinária de Fevereiro, realizada no dia 13, aprovou por unanimidade dois votos de pesar pelo falecimento de Mário Soares e do professor Mário Ruivo e duas moções também apresentadas pela bancada do PS sobre a Central Nuclear de Almaraz e sobre a poluição no rio Tejo.
Moção sobre a Poluição no rio Tejo
A Assembleia Municipal de Castelo de Vide reunida a 13 de Fevereiro de 2017 manifesta preocupação com as notícias sobre as novas descargas aparentemente anormais no Rio Tejo / Vila Velha de Ródão.
Sendo a Bacia do Tejo a grande Bacia Hidrográfica Regional, e  um recurso essencial às suas populações, e vendo ameaçada a qualidade ambiental e o futuro do rio, a Assembleia Municipal, exorta o Ministério do Ambiente e a Agencia Portuguesa do Ambiente a uma ação rápida e eficaz exigindo a articulação entre entidades com responsabilidades de fiscalização e controlo dos efluentes.
O Tejo e os recursos Hídricos têm de ser geridos de forma sustentável. Não poderá ser a baixa densidade demográfica a justificar o incumprimento do dever de preservação e de desenvolvimento sustentável, por critérios de possível baixa fiscalização ou mero interesse económico.
É urgente a criação, já preconizada mas ainda não implementada, de mecanismos de partilha de informação capazes de assegurar planeamento, coordenação e realização de ações de fiscalização e inspeção.
A Assembleia Municipal de Castelo de Vide associa-se a todas as populações ribeirinhas e a todos aqueles que de alguma forma vivem ou fruem o Tejo como o nosso grande rio nacional.
A Assembleia Municipal, exorta os concelhos limítrofes a associarem-se no esclarecimento e ação conjunta em defesa deste interesse maior da região Norte Alentejana.