7.1.17

STAL denuncia precariedade no Município de Sousel


O Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL) realizou hoje uma acção de denúncia da precariedade laboral existente no Município de Sousel. Correspondendo desta forma à campanha de 4 anos contra a precariedade lançada pela CGTP-IN o ano passado, o STAL colocou pendões por todo o concelho de Sousel que dão conta da existência de trabalhadores com vínculos precários, desempregados com contratos de emprego e inserção (CEI), estagiários e contratados a prazo, a desempenharem funções permanentes da autarquia.
A USNA/CGTP-IN alerta para a proliferação dos vínculos precários em toda a administração pública e local, nas autarquias, no sector empresarial do estado, no sector da saúde e da educação, o que, para além de toda a instabilidade e risco de pobreza que
acarretam para a vida dos trabalhadores envolvidos, desestabilizam e retiram qualidade e valências aos serviços públicos prejudicando no final de contas todos os cidadãos.
Portalegre, 6 de Janeiro de 2017
A Direção da USNA/cgtp-in