1.11.16

NOVEMBRO: Doce Novembro

ADÁGIOS DE NOVEMBRO
* Dos Santos ao Natal, cada dia mais mal.
* Cava fundo em Novembro, para plantares em Janeiro.
* Em Novembro, chuva, frio e sol, e deixa o resto.
* Outubro lavrar, Novembro semear, Dezembro nascer..
* Dos Santos ao Advento nem muita chuva nem muito vento.
* De Todos os Santos ao Natal, bom é chover e melhor nevar
* Queres pasmar o teu vizinho? Lavra e esterca pelo S. Martinho.
* Dia de São Martinho, fura o teu pipinho.
* Em Novembro e no mês do Advento racham as fragas com a chuva e o vento.
Do São Martinho ao Natal, o médico e o boticário enchem o bornal.
* Tudo vem em seu tempo e os nabos pelo Advento.
* Dos Santos ao Natal, Inverno natural.
* Dia de São Martinho, lume, castanhas e vinho.
* Se o Inverno não erra caminho, tê-lo-ei pelo São Martinho.
* No dia de São Martinho, vai à adega e prova o vinho.
* Pelo São Martinho, abatoca o teu vinho.
* Pelo São Martinho, mata o teu porquinho e semeia o teu cebolinho.
* Pelo São Martinho, todo o mosto é bom vinho.
* De Santa Catarina ao Natal, mês igual.
* De Todos os Santos ao Advento, nem muita chuva nem muito vento.
* Se queres pasmar teu vizinho, lavra, sacha e esterca pelo São Martinho.
* Pelo São Martinho, nem favas, nem vinho.
* De Todos os Santos ao Advento, nem muita chuva nem muito vento.
* De Todos os Santos ao Natal, bom é chover e melhor nevar