15.11.16

Ekosiuvenis vence o Prémio Boas Práticas | Associativismo Juvenil 2016

A Ekosiuvenis – Associação Juvenil de Castelo de Vide é a vencedora da edição 2016 do "Prémio Boas Práticas | Associativismo Juvenil", na região do Alentejo, com o GAJ – Gabinete de Apoio à Juventude. Esta é a 2.ª vez, em 4 edições, que associação é distinguida com este prémio.
O “Prémio Boas Práticas | Associativismo Juvenil” pretende reconhecer, a nível regional, as associações que mais se destacam não só pelo projeto apresentado, mas também tendo em conta parâmetros como as características das associações candidatas na sua actividade anual, bem como o impacto na comunidade, a dimensão de internacionalização que desenvolvem, as suas características de atuação, a qualidade e inovação, e ainda a consistência e capacidade de expressão enquanto escolas de cidadania ativa e de participação cívica e democrática dos jovens.
Este prémio é promovido pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ), vai na sua 4.ª edição, tem como destinatárias as associações juvenis e respetivas federações que se encontram inscritas de forma efetiva no Registo Nacional de Associativismo Jovem e tem o valor pecuniário de 1500 euros.
A Ekosiuvenis concorreu ao referido prémio com o GAJ – Gabinete de Apoio à Juventude que surgiu no início do ano 2015 para dar uma resposta ímpar, efetiva e de qualidade às problemáticas da juventude do Concelho de Castelo de Vide e dos Concelhos vizinhos: acompanhamento psicológico, acompanhamento psicopedagógico, orientação vocacional, promoção de ações de sensibilização, promoção de workshops enquanto meio de educação não-formal, realização e/ou constituição de grupos de apoio e ainda criação de parcerias com entidades locais, formais e informais. 
Esta distinção é, por razões óbvias, um motivo de orgulho para a associação de jovens castelo-videnses. Tal como refere João Diogo Carlos, presidente da Ekosiuvenis, “É mais uma grande conquista para nós, sinal que o trabalho dá os seus frutos! É um reconhecimento do trabalho desenvolvido no GAJ, que apesar de muitos contratempos e barreiras que foram aparecendo, fomos dando resposta e fazendo o nosso trabalho, e o resultado final é este! É com muito orgulho e satisfação que vejo este nosso projeto reconhecido a nível regional e nacional, porque comparando os resultados nacionais conseguimos ficar em segundo lugar! Obrigado a todos os que lutaram e tornaram isto possível!”.
A data e local de entrega do prémio ainda não são conhecidos