26.10.16

Greve na Valnor em defesa da contratação colectiva e na exigência da reversão da privatização

Os trabalhadores da Valnor vão cumprir um dia de greve no próximo dia 31 para exigirem melhorias salariais, defender a contratação colectiva e reafirmarem a necessidade da reversão da privatização.
Os trabalhadores da Valnor vão cumprir 24 horas de greve para exigirem o aumento dos salários, pela atribuição do subsídio de turno e pelo seguro de saúde e de vida para todos os trabalhadores em condições iguais.
Os trabalhadores da Valnor vão à greve para exigirem  respeito  pela categoria profissional e pelos conteúdos funcionais e para garantir condições de saúde e segurança a todos os trabalhadores.
Mas a luta é também para reafirmar a exigência da reversão da privatização da Valnor, em defesa dos serviços públicos de tratamento e valorização dos resíduos cujos resultados nefastos estão já a ser sentidos no distrito seja pela diminuição da qualidade dos serviços prestados às populações seja pela passagem da distribuição de lucros à distribuição de perdas pelos municípios que a integram.
Os trabalhadores da Valnor vão à luta no próximo dia 31 para defender os seus e os nossos interesses!
O Depº de Informação da USNA/cgtp-in
Contactos: Telefone 245201329, móvel 93378845003.