7.2.14

NISA: Sessões de cinema regressam em Fevereiro

São apenas duas as sessões, uma por cada filme, ainda assim um "regresso cinéfilo" que se saúda, convencidos como estávamos, de que as sessões de cinema e outros espectáculos de dinamização cultural no Cine Teatro tinham sido promessas adiadas.
Depois do sucesso com "A Gaiola Dourada", com casa praticamente cheia e de "O Mordomo", com menos espectadores, mas com uma sala "composta", a fazer jus à qualidade do filme, tivemos, ainda, o espectáculo musical de Ricardo Gordo, a todos os títulos excepcional e julgávamos que a actividade, regular, do Cine Teatro era para manter e, quiçá, até, reforçar.
Dezembro ainda passou com algumas festas de Natal e isso, em certa parte, desculpa a falta de programação de outros espectáculos. Veio Janeiro e... nada. Questões do Plano e Orçamento, pensámos.
Aparece, agora, a publicitação de dois filmes, de acção e aventuras, a exibir em Fevereiro.
Nada mau, apesar de tudo, principalmente, se os problemas técnicos relacionados com o conforto e segurança da sala e dos espectadores estiverem resolvidos.
O executivo anterior descurou este aspecto essencial, ou por falta de verbas ou por incapacidade de boa gestão das mesmas e quem se "lixou" foram os suspeitos do costume.
Assistir a um espectáculo, de cinema, teatro ou musical, a "bater o dente" e os pés, com frio, não é lá muito apetecível, nem estimulante para que a "sala de espectáculos do Norte Alentejano" possa atrair e até aumentar o número de assistentes aos espectáculos que promove. 
Esperemos que a autarquia não descure este aspecto.